Documentos recebidos da Argentina - CNV - Comissão Nacional da Verdade
Portal do Governo Brasileiro

Banners rotativos Títulos dos banners apresentados
Quinta, 21 de Maio de 2015 às 15:22

Documentos recebidos da Argentina

 

Missão da Comissão Nacional da Verdade visitou a Argentina de 17 a 19 de abril de 2013, período no qual manteve encontros com autoridades argentinas e entidades de direitos humanos daquele país.

A organização da visita da CNV à Argentina contou com o apoio do Ministério das Relações Exteriores do Brasil e resultou em intercâmbio de documentação que contribuiu para o esclarecimento de graves violações de direitos humanos cometidas contra cidadãos brasileiros em território argentino.

 

Documentos sobre brasileiros desaparecidos na Argentina

Em julho de 2014, a Comissão Nacional da Verdade recebeu da Comisión Provincial por la Memoria da Província de Buenos Aires (CPM) o relatório "Víctimas del Terrorismo de Estado", que reuniu e analisou documentos encontrados no Arquivo da Divisão de Inteligência da Polícia da Província de Buenos Aires. A nova documentação trouxe informações sobre as circunstâncias da prisão e desaparecimento de onze cidadãos brasileiros na Argentina.

O conjunto de documentos inclui também informações sobre seis argentinos desaparecidos no Brasil e documentos sobre a perseguição sofrida pelo ex-presidente João Goulart em solo argentino.

· Relatório "Víctimas del Terrorismo de Estado"

 

Documentos sobre as circunstâncias do desaparecimento dos cidadãos brasileiros João Batista Rita e Joaquim Pires Cerveira na Argentina

Documentos do serviço de inteligência da Polícia da Província de Buenos Aires, cedidos à CNV pela Comisión Provincial por la Memoria da Província de Buenos Aires, confirmam a coordenação entre órgãos policiais argentinos e brasileiros na perseguição a Joaquim Pires Cerveira, sequestrado em Buenos Aires em 5 de dezembro de 1973

· Documentos 

 

Documento do exército argentino solicitou captura de exilados brasileiros  

Comunicado do exército argentino, de 24 de junho de 1976, dirigido a autoridades da marinha argentina, solicitou a captura de dezenas de cidadãos brasileiros, entre os quais se encontrava o ex-presidente João Goulart. O documento foi cedido à CNV pela Comisión Provincial por la Memoria da Província de Buenos Aires e há indicações de que seja um seguimento de pedido de busca encaminhado pelo exército brasileiro ao lado argentino, em 20 de maio de 1976. O documento brasileiro foi apresentado à CNV por João Vicente Goulart, em dezembro de 2013.

· Comunicado do Exército argentino

· Pedido de Busca do III Exército brasileiro

 

Documentação comprova coordenação entre agentes da repressão do Chile e do Brasil na Argentina

Documentação recebida do Ministério Público da Argentina sobre o agente chileno Arancibia Clavel comprova coordenação entre a repressão política chilena e agentes da ditadura brasileira em Buenos Aires nos anos de 1974 e 1975.

 

· Relatório Arancibia Clavel e o Brasil

· Documentos de Arancibia Clavel

 

Depoimento de agente penitenciário argentino forneceu informações sobre agentes e "bases" do serviço de inteligência do exército argentino em São Paulo e no Rio de Janeiro

Depoimento do agente penitenciário argentino Néstor Norberto Cendón à Comissão Nacional sobre o Desaparecimento de Pessoas (CONADEP), forneceu informações sobre agentes e a existência "bases" do serviço de inteligência do exército argentino em São Paulo e no Rio de Janeiro durante a ditadura militar. O termo do depoimento foi cedido à CNV pelo Centro de Estudios Legales y Sociales (CELS), da Argentina. 

· Depoimento

 



Comissão Nacional da Verdade